Digitalização da saúde: como ela interfere na jornada de cuidados?

Homem vendo gráficos da digitalização da saúde em tela do notebook

20 de junho, 2022

Entenda o que é a digitalização da saúde e como ela traz benefícios para pacientes, profissionais de saúde e gestores

Você está acompanhando o processo de digitalização da saúde? Assim como em diversos outros segmentos, a transformação trazida por uma série de ferramentas está revolucionando a forma como o cuidado é prestado a pacientes em diferentes condições.

E é claro que tal avanço traz uma série de benefícios. Contudo, para que haja o aproveitamento de todos os avanços, alguns desafios terão que ser superados. Com isso, a combinação de acesso a um grande volume de dados dos pacientes com a análise dessas informações será decisiva na definição da melhor jornada de cuidados.

O que é a digitalização da saúde?

Mas afinal de contas, no que consiste a digitalização da saúde? Na prática, ela é o processo pelo qual atividades, procedimentos e práticas de gestão são transpostos para ambientes intermediados por meio de ferramentas tecnológicas, como softwares e novos dispositivos.

Em um primeiro momento, a telemedicina costuma ser o exemplo mais citado para ilustrar esses avanços. Por meio desse tipo de atendimento virtual, o paciente tem acesso a consultas básicas e diagnósticos que exigem intervenções mais simples. Tal solução supera a barreira da distância ou mesmo da necessidade de medidas de contenção, como o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19.

Contudo, a digitalização da saúde, claro, pode ir além. Ele torna possível, por exemplo, a transferência de registros e prontuários para meios digitais, tornando-os acessíveis a qualquer momento, de qualquer lugar.

Isso facilita o acompanhamento da condição clínica do paciente e agiliza a consulta de dados, resultados de exames, entre outros, tornando mais assertivas as tomadas de decisões ao longo da jornada do paciente.

Outra tendência importante são soluções que permitem a adoção de novos tratamentos e métodos de acompanhamento dos dados clínicos do paciente. Assim, a todo o momento, profissionais de saúde podem visualizar e fornecer orientações para o manejo ou a prevenção de diferentes enfermidades.

Para quem precisa lidar com doenças crônicas, como o diabetes, o recurso tem ajudado na promoção de uma maior qualidade de vida e na diminuição das complicações geradas pela doença. No sentido oposto, para quem financia o tratamento, isso pode representar reduções significativas nos custos.

O avanço da capacidade técnica dos dispositivos de acompanhamento, a internet das coisas, a computação em nuvem, o big data e a expansão das chamadas terapias digitais (DTx) são algumas das tecnologias que certamente farão toda a diferença na expansão da digitalização da saúde.

Quais avanços e benefícios ela propicia?

Paciente com doença crônica acamado

Os benefícios e avanços propiciados pela digitalização da saúde podem ser percebidos mesmo na adoção de recursos simples, como os obtidos por uma consulta feita de forma remota. Veja outras vantagens:

  • Poupa tempo e recurso não apenas dos pacientes, como também dos profissionais de saúde.
  • Elimina barreiras geográficas, que às vezes costumam ser um entrave para o acesso a determinadas especialidades.
  • Confere maior adesão a tratamentos e um reforço no incentivo à mudança de hábitos.
  • Com o volume de dados disponíveis, permite a adoção de condutas personalizadas, de acordo com as necessidades de cada paciente.

Para os responsáveis pela gestão e pelo financiamento de sistemas de saúde, público ou privados, os avanços também são notórios. Além da otimização de custos, tais recursos permitem incrementar a eficiência, elevar o grau de cuidado com cada paciente e aumentar a precisão e a segurança dos diagnósticos.

Leia também: Descubra quais os efeitos das terapias digitais em pacientes com diabetes

Quais são os principais desafios para sua plena implementação?

Embora a pandemia tenha acelerado os processos de digitalização da saúde, ainda há espaço para a expansão de procedimentos mediados pela tecnologia. Contudo, para isso será necessário contornar alguns desafios.

O primeiro deles passa pela educação de todos os usuários dessas ferramentas, de pacientes a profissionais de saúde. A incompreensão sobre a aplicação desses recursos pode gerar frustração e impedir o pleno aproveitamento das vantagens oferecidas. Assim, cabe aos responsáveis expor os benefícios, principalmente no longo prazo.

Outro cuidado envolve questões regulatórias, principalmente no que diz respeito ao armazenamento e acesso a dados sensíveis do paciente. Isso expande a preocupação com a ética e o sigilo médico. Para tanto, as empresas que atuam no Brasil devem seguir as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em vigor desde 2021.

Por fim, há que se considerar as barreiras ao acesso a diferentes tecnologias. Vale lembrar que em várias regiões até mesmo a conexão à internet permanece um desafio. Logo, sem o devido planejamento, a implementação de soluções de saúde digital sem que esse gargalo tenha sido superado pode gerar zonas cinzentas no atendimento, o que, claro, não é o desejo de ninguém.

Em todo o caso, os avanços da digitalização na saúde já podem ser percebidos em diferentes instâncias, seja por médicos, seja por pacientes. Entretanto, tudo indica que essa seja uma revolução que ainda esteja dando seus primeiros passos, com muito mais por vir, para benefícios de todos.

Para saber mais sobre os avanços nas terapias digitais (DTx), continue acompanhando as novidades aqui no site da Axenya.

—-

>REFERÊNCIAS:

  1. World Health Organization. Digital Health. Disponível em: Digital health (who.int)
  2. U. S. Food and Drug Administration. What is Digital Health? Disponível em: What is Digital Health? | FDA
Homem vendo gráficos da digitalização da saúde em tela do notebook

Axenya e HealthCO se juntam para criar um ecossistema de saúde corporativa digitalmente aumentado, fornecendo e gerindo planos de saúde de forma digitalizada e protegendo a saúde do colaborador, de ponta a ponta, durante toda a jornada de cuidado.